jornal
NOTA OFICIAL

NOTA DE ESCLARECIMENTO

"Site oferece passaporte de imunidade para quem quer participar de eventos".

Jornal RJ2 - TV Globo

Passaporte.Rio Documento de Imunidade Rio de Janeiro eventos festas encontros eu quero sair preciso beber dançar em segurança

O Passaporte.Rio é um Ensaio de Protocolo para a criação de SafeZones, áreas comprovadamente seguras, onde não haja chance de transmissão de Covid-19. Criado em prol da geração de empregos no setor de entretenimento brasileiro, que está parado há 12 meses. O Passaporte.Rio não é, ainda, um projeto oficial de nenhum órgão público, e não se vende como tal. Está servindo, inclusive, como uma pesquisa para saber a opinião da população em relação à medida. Em meio a essa pesquisa, inspirou um Projeto de Lei do Vereador Felipe Michel.

 

O protocolo foi criado para reunir em um mesmo local pessoas sem riscos de transmissão viral, provadas através de testes na hora (92% de eficácia nos resultados - o mesmo utilizado pela CBF e FIFA), comprovantes de imunidade - através do teste sorológico, pessoas já vacinadas ou contagio recente (após o período de 20 dias de isolamento e até 90 dias).  O caminho para a aprovação deste Ensaio do Protocolo é lento e somente entra em vigor se todos os orgãos o aprovam. É o mesmo caminho que realizamos com o Drive-In e o de Mesas Distanciadas, em vigor até hoje.

 

O Passaporte Rio funcionaria de forma eletiva, ou seja, para quem quiser usá-lo (no caso, o estabelecimento ou evento de qualquer espécie). O protocolo funcionaria como uma “zona verde”, onde não haveria transmissão do Vírus naquele dia. Basicamente todos devem realizar teste SWAB ANTÍGENO na porta do local em questão, EXCETO aqueles que possuírem o Passaporte por comprovação de Vacinação, ou validação de exame. 

 

Em todos os casos, os exames serão validados pelo próprio laboratório que então terá o parecer favorável à emissão do passaporte, gerando o QR CODE ÚNICO dentro do passaporte, vinculado ao CPF do mesmo.

 

O grande objetivo é evitar que indivíduos com a Covid-19, capazes de transmitir a doença, entrem em contato com outras pessoas.